terça-feira, 31 de julho de 2012

US Open

O US Open é um evento que reune surf masculino e feminino, tanto júnior quanto sênior, além de skate e shows de bandas diversas. Acontece em Huntington Beach, Califórnia, e provavelmente é o evento de maior público no circuito mundial, embora, no caso do surf masculino, seja um campeonato prime, ou seja um dos 8 principais da divisão de acesso. Quanto ao surf feminino, é a última etapa do circuito principal, cujo título foi decidido na etapa anterior e ficou, pela 5ª vez, com a Steph Gilmore.

Apesar de ser uma etapa de prestígio, as ondas por lá não são das melhores, muito curtas até mesmo para serem consideradas prime. Mas, os americanos, reis do marketing, a tornaram uma das mais importantes, tanto que 30 dos top 34 estão competindo lá.

Muito se espera dos brasileiros. Filipe Toledo, até então desconhecido pelos gringos, foi campeão júnior ano passado. Shea Lopez, colunista da renomada revista surfer, publicou em sua coluna que apostou suas fichas no Adriano Mineirinho. Durante a transmissão, P.T. (campeão mundial em 1976), Barton Lynch (campeão em 1988), não pararam de elogiar os brasileiros como um todo, e, em especial, o Gabriel Medina, além de Toledo e Mineiro. Vamos ver no que dá.
Atualização (05/08): Julian Wilson ganhou o campeonato ao derrotar Miguel Pupo, que derrotou o Slater na semi-final. Gabriel Medina ficou em 3º, Mineirinho e Filipe Toledo em 5º, Jesse Mendes em 9º. No feminino, a vencedora foi Lakey Peterson.
Apesar do quem um dos locutores disse, já tivemos um campeão em Huntington: Neco Padaratz, que ganhou do Fábio Gouveia, e ainda tivemos o Victor Ribas em 3º. Isso foi em 1999, e era etapa do WCT.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Jon Lord - Da Escuridão para a Luz


Aos 71 anos, a causa da sua morte foi apontada como embolia pulmonar. Certamente ainda surgirão muitas mensagens de pêsames, mas, para os fãs, as principais são as das bandas em que ele tocou.
Do Deep Purple: "Um gigante entre os homens".
Do David Coverdale (Whitesnake): "Todos os membros do Whitesnake expressam suas condolências à família, amigos e fãs de Jon Lord. Foi uma absoluta alegria e prazer conhecer e trabalhar com ele ao longo dos anos. Já sinto sua falta".

sábado, 14 de julho de 2012

5x Steph

Novamente no topo do pódio, mais uma vez campeã mundial, de novo campeã com uma etapa de antecipação. Novamente imbatível, mais uma vez liderou o tempo todo, de novo bateu recordes.

Não importa qual o esporte, é muito raro alguém tornar-se 5 vezes campeã(o) mundial. A concorrência está mais forte, mas ela também, fisica, psicológica e tecnicamente. Das 6 etapas disputadas até agora, de um total de 7, ela venceu 3, foi vice em Bells Beach e ficou em 5º lugar no Brasil e em Dee Why (Austrália). 

Nascida a 29 de janeiro de 1988, Stephanie Gilmore  passou por um trauma psicológico e físico  ano passado que acabou por derrubá-la do trono e encerrou a (primeira?) sequência de títulos. Na entrega do troféu à campeã da temporada passada, Carissa Moore, Steph disse algo como "estou só te emprestando". Dito e feito.