domingo, 13 de novembro de 2011

Brazzo invasion

Por conta de trabalho e faculdade ficou complicado, mas finalmente escreverei alguma coisa sobre a invasão brasileira ao topo do pódio nas etapas européias e americanas do World Tour.
Resumo: Gabriel Medina ganhou na França; Mineirinho ganhou em Portugal (já tinha ganho no Brasil); Miguel Pupo ganhou o 6 estrelas em Santa Cruz; Medina ganhou novamente em São Francisco.
Resultado: o mundo (do surf) em choque. Matérias sobre campeonatos nas revistas e sites costumam ser quase iguais, pois apenas transcrevem o que sai no site da ASP. Algumas poucas publicam artigos e/ou colunas diferenciadas, mas quase sempre tem um ranço contra os "brazzos", como os gringos nos chamam. Desta vez, porém, mesmo a xenófoba Australian Surfing Life publicou um texto com uma imagem nossa positiva. Chama-se Algo como um fenômeno, a qual fala mais especificamente sobre o Medina. Publicações portuguesas também sairam do lugar-comum pra falar sobre ele, o que não é de se estranhar, já que ele mesmo não é comum: com 17 anos, e tendo competido em apenas 4 etapas como membro da elite, já faturou 2 campeonatos. Nem Ke11y Slater foi tão rápido! No twitter, 'milhões' escreveram sobre os brasileiros. De Jamie O'Brien a Shea Lopez, colunista da famosa Surfer Magazine, e 'trocentos membros da elite. Além dos nacionais Júlio Adler e Ricardo Bocão, entre outros. Estamos vivendo o "Busting down the door" tupiniquim, e é algo bonito de se ver.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

From Russia with love

Uma país que não tem a menor tradição no mundo cervejístico parece produzir algumas boas. Já vi uma matéria em algum site em que dizem que até as vendidas em garrafas pet são boas. Só bebendo pra crer.

Essa semana recebi um e-mail com um título que remetia à pornografia: Já viu uma Oxota aberta? Nem abri no trabalho, deixei pra fazer isso em casa, ambiente mais seguro e à prova de chefas que adoram chegar nas horas mais impróprias. Vi que se tratava da cerveja da foto aí ao lado. Fui no google pesquisar sobre a dita cuja; há tantos sites falando sobre ela que deixei de lado, mas ainda hei de importar e provar uma autêntica oxota russa =)