sábado, 30 de abril de 2011

Billabong XXL 2011

Danilo Couto: onda do ano 2011 Não é que o bom baiano Danilo Couto ganhou o prêmio mais importante: Onda do ano? Ele também concorria na categoria Monster paddle maior onda na remada. Rodrigo Coxa concorria na categoria maior onda, mas um francês conseguiu ser mais sinistro que ele. Everaldo 'Pato' concorria na de Maior vaca, só que um australiano fez a façanha de se ferrar mais que ele. Depois de 4(!) prêmios seguidos, Maya Gabeira não foi agraciada com o prêmio. A lista dos ganhadores é a seguinte:
Onda do ano: Danilo Couto
Maior onda: Benjamin Sanchis
Maior onda na remada: Shane Dorian (novo recorde mundial: 57 pés)
Tubo mais sinistro: Shane Dorian (de novo ele...)
Vaca mais sinistra: Mark Mathews
Feminino: Keala Kennely

domingo, 24 de abril de 2011

O sino das ondas

Link para o site do Bells Beach 2011


O Bells Beach Pro, campeonato de surf mais antigo em atividade, encerrou hoje sua 50ª edição. Válida como a 2ª etapa do world tour masculino e feminino, aconteceu em ondas de até 2,5m e boa formação. Com esse tamanho todo, o surf progressivo, cheio de aéreos e cambalhotas outras, deu lugar ao surf de linha, power, e foi bonito de se ver.

No feminino, a vitória foi do fenômeno Sally Fitzgibbons (só notas acima de 9!) e a Silvana Lima ficou em 3º. A Jacqueline Silva sofreu um acidente de carro antes do começo da competição e deve voltar em 6 meses.

No masculino, vimos o Raoni perder na 2ª fase (de novo...). O Heitor Alves ficou em 13º, mas teve uma atuação perfeita na 1ª fase. Alejo Muniz passou direto da 1ª para a 3ª fase, onde perdeu pro Jadson André, que, por sua vez, surpreendeu a quem costuma criticar seu surf de backside e chegou às quartas - perdeu pro vice, Mick Fanning, após ganhar de Tiago Pires nas oitavas. Mineirinho ficou em 3º e deu um fumo no Slater nas oitavas (18.00 x 11.24). O grande vencedor foi Joel Parkinson, autor da única nota 10 do campeonato (na última onda da final). O ranking está assim:

1 Kelly Slater 15200
2 Joel Parkinson 14000
3 Jordy Smith 13000
4 Adriano De Souza 10500
4 Tiago Pires 10500
...
9 Alejo Muniz 6950
9 Jadson André 6950
19 Heito Alves 3500
33 Raoni Monteiro 1000

A próxima etapa será o Billabong Pro Rio, de 11 a 22 de maio. Distribuirá US$500.000 e terá à sua disposição o Arpoador, o Canto do Recreio e a Barra da Tijuca.