quarta-feira, 28 de abril de 2010

Totó, o cão maravilha

Um cachorro que pega a cerveja do dono.
Nem o César Milan opera esse milagre.
O bicho é quase um controle remoto.
Quando crescer quero ter um animal assim.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Carlos Burle, campeão mundial de ondas grandes

No começo, era só pelo desafio. Logo, as apostas subiram e a corrida se concentrou nos cheques do XXL. E, agora, surfistas de ondas pesadas têm um WT (campeonato mundial), que acaba de declarar seu primeiro campeão – o brasileiro Carlos Burle.

“Isso não é só meu, é de todos vocês. É do nosso esporte”, disse Burle para uma multidão de convidados que reunia os melhores surfistas de ondas grandes no Surfing Heritage Foundation. “Quero que todos subam aqui e levantem esse troféu comigo”.

Um a um, o palco se encheu com pessoas como Peter Mel, Mark Healey, Greg e Rusty Long, Ramon Navarro, Twiggy Baker e outros watermen corajosos. E pela primeira vez na história, uma ideia de realização tomou conta da comunidade de big riders. Burle, obviamente humilde, embora tenha sido o primeiro campeão do recém-formado tour, disse que essa irmandade foi sua fonte de inspiração.

“Estou muito feliz de estar aqui – aos 42 anos de idade –, de remar com vocês alargar as fronteiras”, acrescentou Burle em seu discurso de agradecimento. “O que fazemos não é fácil. O que fazemos é a maior e mais estressante coisa do mundo. Nunca sabemos quando vai rolar. Não temos hora marcada. Temos que viajar de última hora, geralmente num voo noturno. E temos que enfrentar ondas monstruosas. Somos os seres humanos mais preparados do planeta”.

Por ironia, Burle faturou o último “campeonato de ondas grandes” que houve. O ISA Big Wave Challenge de 1998, em Todos Santos, deu um estímulo que durou mais de 12 anos. E agora, depois dos quatro eventos do Big Wave World Tour (BWWT), as esperanças de um circuito mundial de surf em ondas grandes tornou-se uma realidade.

“As fotos do evento da ISA em 1998, em Todos, foram uma grande inspiração para mim. Nos dedicamos para que isso acontecesse”, explicou Greg Long, o homem que deu a ideia para o tour. “O Big Wave World Tour é um sonho do Gary Linden (o organizador do tour) faz muito tempo. Se o surf de ondas grandes ficou mais popular, por que todos não poderiam falar a mesma língua e se organizar? Tem que começar em algum lugar. A ideia era criar um tour factível e deixá-lo crescer.”

Ao somar os resultados do Quiksilver Ceremonial Puta de Lobos, no Chile; Billabong Pico Alto Invitational, no Peru; the Maverick's Surf Contest, na Califórnia EUA; e Todos Santos Big Wave Event, no México; Burle – finalista em todos os eventos – foi declarado o campeão mundial de ondas grandes 2009/2010. Long, embora tenha ganhado o Quiksilver In Memory of Eddie Aikau, em Waimea, ficou em sétimo. (Eddie é considerado um evento à parte do BWWT. Mesmo que esse resultado fosse computado, Burle ainda seria o campeão).

O BWWT quer adicionar um quinto evento para temporada 2010/2011 e incluir o Nelscott Reef Contest, que havia mudado seu foco de tow-in para surf de remada. O tour ainda espera melhorar e ter mais oportunidades de patrocínios, em particular no evento de Todos, que foi pessoalmente fundado por Long e Linden e não tem prêmio em dinheiro.

“Por mais que precisemos do dinheiro, foi a paixão e a vontade que fez as coisas acontecerem”, lembrou Linden. “Todos trabalhamos de graça. É uma das maiores coisas que já vi em minha vida de surf. Todos estavam lá porque queriam estar. Foi o que uniu tão bem esse tour”.

E se ficar próximo da confraria dos big riders por algum tempo, verá que a paixão se origina puramente do amor e da coragem. Com ou sem tour, com prêmio em dinheiro ou uma garrafa de tequila. Esse pessoal vai sempre ver os gráficos LOLA e pegar os últimos voos para os cantos mais distantes do globo a fim de levar o esporte além do imaginável.

E como resumiu Long falando em nome de cada big rider no auditório, “Faríamos isso de qualquer maneira, mesmo sem prêmio”.

Leia no original. Há tembém um vídeo bacana sobre a temporada toda.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Tipo O Negativo

Type O Negative Mais um que se vai: Peter Steele [Type O Negative] morreu 4ª-feira de insuficiência cardíaca (ñ confirmado). Maiores detalhes, em breve, no site da banda.
O T.O.N. nunca fez parte da minha lista de Top 20, mas há boas músicas no conjunto da obra, tanto próprias quanto algumas covers, em especial Paranoid [Black Sabbath] e Cinnamon Girl [Neil Young].
D.E.P. (ou R.I.P.).

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Operação Serra

SurfCervejaRock: Operação Serra contra os bebedores de coca light - 1 Na Semana Santa próxima passada fui chamado para tomar parte num evento histórico: libertar uma inocente chopeira do jugo opressor dos nefastos burgueses bebedores de coca-cola light. (Para a proteção dos leitores, os nomes dos envolvidos serão substituídos por seus nomes de guerra.) Liderando a empreitada estava o Ceral (Comando Extrarrevolucionário de Laranjeiras), encabeçado por Subcomandante Vikthor e companheira Natalina.
Tinha início a operação Serra.
Na hora H do dia D, esperava pelo Sub (como é carinhosamente conhecido por seus seguidores) com um misto de nervosismo e vontade de lutar pelos oprimidos, num cafofo discreto e pouco conhecido da região.
Notório pela pontualidade menchevique, chegou exatamente uma hora atrasado. Depois de uma obscura história sobre ter sido seguido e ter que despistar os agentes azuis do capitalismo, prosseguimos por caminhos tortuosos e vias rurais em direção à Quebrada.
Lá, o Camarada Leonosky, nosso agente infiltrado, já havia tomado todas as providências: feito um mapa do local com localização exata dos banheiros, separado as canecas, afiado as facas e cortado a carne. O banho de sangue estava para começar.

As imagens a seguir mostram o grau de degradação a que uma chopeira pode chegar quando manuseada por mãos erradas e como um pequeno comando revolucionário pode libertar a pobrezinha.


SurfCervejaRock: Operação Serra contra os bebedores de coca light - 2 SurfCervejaRock: Operação Serra contra os bebedores de coca light - 3



SurfCervejaRock: Operação Serra contra os bebedores de coca light - 4 SurfCervejaRock: Operação Serra contra os bebedores de coca light - 5

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Ilha de Lixo

Projeto Kasei Muitos dos que acompanham sites como Surfline, Waves e afins já leram sobre o assunto: uma mancha de lixo que flutua à deriva entre a Califórnia, nos Estados Unidos, e o Japão, duas vezes o tamanho do território estadunidense do Texas (é grande para kct). Foi descoberta em 1997 e nada, absolutamente nada, foi feito pra resolver isso, até que um pessoal criou o Projeto Kasei, com bases em São Francisco (Califórnia) e Hong Kong. Seu trabalho ainda está no começo, mas espera-se que tragam mais respostas e soluções que perguntas e (novos) problemas. O site é interessante e tem bastante informação, eu recomendo. Gostei do lema que eles adotaram, criado por Jacques Cousteau: The impossible missions are the only ones which succeed.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Da série Notícias esdrúxulas em tempos esquisitos

A política de cerveja só no almoço faz trabalhadores da Carlsberg entrarem em greve


COPENHAGEN – O porta-voz da cervejaria informou que muitos funcionários abandonaram seus postos de trabalho ontem em protesto contra a remoção de coolers de cerveja e as novas regras sobre beber no local de trabalho.


Empregados do armazém e da produção se rebelaram contra a nova política sobre álcool da empresa, que os permite beber cerveja apenas na hora do almoço e na cantina da fábrica. Antes eles podiam pegar cerveja dos coolers espalhados pelos locais de trabalho o dia inteiro.


A única restrição era “não se pode ficar bêbado no trabalho. Todos devem ser responsáveis”, informou Jens Bekke, porta-voz da empresa.

Há muitos anos a Carlsberg queria implantar uma política mais rígida e decidiu impor a nova regra em primeiro de abril, revoltando os funcionários.


Bekke informou que 800 trabalhadores entraram em greve na quarta-feira e cerca de 250 abandonaram seus postos de trabalho ontem, o que levou à interrupção da distribuição de cerveja na região de Copenhagen.

Os motoristas de caminhão da empresa entraram em greve em solidariedade – embora estejam excluídos das novas regras, disse Bekke. Os motoristas podem beber três cervejas na cantina pois, em geral, não tem tempo para almoçar na fábrica.
Os caminhões têm uma trava na ignição para evitar que os motoristas dirijam bêbados, acrescentou Bekke.
Leia no original: NZHerald

quinta-feira, 8 de abril de 2010

SURF NO SANTOS DUMONT

Ao procurar algumas imagens para um post sobre o dilúvio que se abateu sobre o Rio de Janeiro e sobre a ressaca que o acompanha, me aproximei da entrada para Escola Naval (Ilha de Villegaignon) e comecei a tirar umas fotos das ondas que rebentavam perto da cabeceira da pista do Santos Dumont. Para minha surpresa tinha um cara sozinho dentro d’água. Conversando com o pessoal que estava por ali fiquei sabendo que ele surfa no local quando o mar está bem grande. As imagens falam por si mesmas. Veja um pequeno vídeo no nosso canal do VocêTubo .
(Nossa reportagem pede perdão pela qualidade das fotos, quando descolarmos um trabalho bem remunerado, a primeira coisa que faremos será comprar uma câmera melhor.)
Ondas no santos Dumont, foto 1Ondas no santos Dumont, foto 4Ondas no santos Dumont, foto 2Ondas no santos Dumont, foto 3Ondas no santos Dumont, foto 5

Malcom McLaren

Tava olhando o monte de notícia de M q sai no yahoo quando me deparei com essa:
Qui, 08 Abr, 04h37
Malcom McLaren, o ex-empresário musical britânico e autoproclamado mentor intelectual da banda ícone do cenário punk The Sex Pistols, morreu de câncer em um hospital da Suíça, onde estava sendo tratado, informou Young Kim, sua namorada. Ele tinha 64 anos.

Postei no tuíter que o Dio tá com câncer. A cada semana aparece mais um, tá muito sinistro isso... Maiores detalhes no PsychoCervas

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Você tubo & Tuíter

Criamos hoje um canal no YouTube, o http://www.youtube.com/surfcervarock. Por enquanto, há apenas alguns vídeos que colocamos como nossos favoritos, dividos em três listas óbvias: surf, cerveja e rock 'n' roll. Com o tempo, havereremos de criar os nossos próprios vídeos - já existe um, publicado em outro canal, o Surf Bagaceiro.

Já que estamos tão conectados, só faltava, do 'verbo' não falta mais, o twitter, cujas postagens estarão disponíveis no lado esquerdo deste blog - assim que eu aprender como se faz isso ;-)
Sucessos a todos